Argentina quer cobrar pedágio de turistas em Puerto Iguazú

Argentina quer cobrar pedágio de turistas em Puerto Iguazú
Argentina quer cobrar pedágio de turistas em Puerto Iguazú
Paso Fronterizo Foz do Iguaçu - Puerto Iguazú, em 30/12/2013 - 15:37h

Se você pretende um dia visitar Foz do Iguaçu, no Brasil, e de cá visitar a cidade gêmea de Puerto Iguazú, na Argentina, aconselho já ir guardando uns trocados porque para atravessar a fronteira e entrar no país de los hermanos você terá que pagar um pedágio!

Mas, calma! Ainda não está sendo cobrado o "peaje", que é a taxa de entrada na Argentina. Porém, esse é um projeto discutido pelo governo federal daquele país e visa aplicar a taxa de migração não somente no "paso fronterizo" entre Foz e Puerto, mas a todas as pessoas que entrar na Argentina por qualquer uma das 147 aduanas fronteiriças existentes atualmente.

A cobrança desse pedágio faz parte de um plano maior de rigidez migratória argentina, que pretende tornar-se semelhante ao adotado nos Estados Unidos. O plano objetiva severidade através da aplicação de questionários e investigações de precedentes dos turistas que entrarem no país, bem como expulsar aqueles que estejam em situação irregular ou mesmo retê-los nos centros de retenção que deverão ser criados.

A Câmara de Turismo e os empresários de Puerto Iguazú se posicionaram contra à cobrança de pedágio aos turistas que entrarem pela Ponte Internacional Tancredo Neves (a Ponte da Fraternidade entre Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú), pois isso obstaculizará o desenvolvimento local.

A justificativa para a cobrança de pedágio a turistas que entrarem na Argentina é que as pontes, rodovias e outras estruturas passam periodicamente por manutenções, e o dinheiro arrecadado seria aplicado para esse fim. 

Fonte: ambito.com

Leia mais:
Mac Donald quer que proprietários de carros paguem pedágio para trafegar pelas ruas de Foz do Iguaçu
COMPARTILHE

Viver na Fronteira

Acompanhe o blog Viver em Foz do Iguaçu e obtenha informações de como é viver em Foz do Iguaçu e na Fronteira Brasil, Argentina e Paraguai.