Avenida Brasil: a rua que era de barro e hoje sonha em ser Shopping - Parte 2

Avenida Brasil: a rua que era de barro e hoje sonha em ser Shopping - Parte 2


Se você ainda leu a primeira parte deste artigo então não perca tempo e o acesse:

Avenida Brasil: a rua que era de barro e hoje sonha em ser Shopping - Parte 1

A parte inicial da Avenida Brasil é a que percebemos menor movimentação de pessoas. Por esse motivo é sempre possível encontrar pontos comerciais desocupados e uma ou outra loja fechando as portas. Já na parte central, o movimento é bem mais intenso. Na parte final, a movimentação tende a cair novamente.

 Avenida Brasil: a rua que era de barro e hoje sonha em ser Shopping - Parte 2
Avenida Brasil - Parte final
No início da Avenida Brasil, você encontrará diversas farmácias e hotéis. Há também casas de câmbio e de viagens e turismo, além de lojinhas de roupas.

Continuando, logo você se deparará com lojas de artesanatos e com uma feirinha artesanal - a Feira Iguaçu. Essa feira não está exatamente na Avenida Brasil, mas sim, na Rua Engenheiro Rebouças que cruza a Avenida Brasil.

Em toda esta região você também encontrará alguns restaurantes, pontos de lanches, e ainda um posto de combustível.

Prosseguindo, você ainda verá loja de carros, de roupas, sandálias, bijuterias, bolsas.

É mais ou menos na metade da Avenida Brasil onde você encontrará lojas nacionais bem conhecidas tais como Ponto Frio, Magazine Luíza, Riachuelo, Pernambucanas, Marisa e, outras regionais, tal como a Calce Pague.

As farmácias a essa altura ainda continuam aparecendo. Na verdade, Foz do Iguaçu pode ser considerada como a cidade das Farmácias, infelizmente não posso dizer o mesmo quando o assunto é padaria!

A esta altura da Avenida Brasil há os bancos HSBC, Bradesco e banco do Brasil. Há também o Procon municipal, os Correios, a Casa do Empreendedor e o Banco do Empreendedor.

Vale lembrar que em todo o percurso da Avenida Brasil você encontrará as já referidas farmácias das redes Raia, Nissei e outras, além de relojoarias, armarinhos, lojas credenciadas da Tim, Claro e Vivo, lojas de tecidos, pontos de táxis, telefones públicos, bancos para sentar e camelôs hippies e de roupas e lembrancinhas.

É na parte central da avenida, considerando início, meio e fim, que a população, turistas e transeuntes em geral se concentram. É exato nesta região onde as lojas mais conhecidas estão hospedadas.

É nesta mesma parte da Avenida Brasil onde encontramos uma das mais estreitas vias da cidade. Trata-se da Travessa Cristiano Weirich, ao lado do Magazine Luíza, que margeia a Avenida Brasil.

Além dos já citados, por toda a Avenida, e em ambos os lados desta há estacionamentos rotativos com parquímetros que são administrados pela Prefeitura de Foz do Iguaçu, especialmente pelo Instituto de Transporte e Trânsito (FozTrans).

A Avenida Brasil foi e continua a ser uma das principais vias da cidade de Foz do Iguaçu. Aquela rua de barro deu lugar a uma via de mão única que se desenvolveu concentrando o comércio da cidade.

A rua de barro que viu a cidade nascer e crescer, hoje sonha mais audaciosamente: há plano para transformar a Avenida Brasil em um Shopping a céu aberto, o famoso shopping horizontal. 

Para tanto, muito há o que ser feito. Uma ação necessária é transformar a Avenida num Calçadão. Mas, não é só isso. Por enquanto, vamos analisando o crescimento e a evolução local.

Não deixe de ler:
Dicas rápidas sobre o que fazer em Foz do Iguaçu
A nossa procura de 10 dias por imóveis em Foz do Iguaçu
Conheça a nossa lista de Supermercados em Foz do Iguaçu
Conheça a nossa lista de Imobiliárias em Foz do Iguaçu
COMPARTILHE

Viver na Fronteira

Acompanhe o blog Viver em Foz do Iguaçu e obtenha informações de como é viver em Foz do Iguaçu e na Fronteira Brasil, Argentina e Paraguai.