Como é viver em Foz do Iguaçu - Alimentação, Imóveis, Saúde, Religião e Trabalho

Como é viver em Foz do Iguaçu - Alimentação, Imóveis, Saúde, Religião e Trabalho
Como é viver em Foz do Iguaçu - Alimentação, Imóveis, Saúde, Religião e Trabalho
Centro de Foz do Iguaçu

Algumas pessoas têm me perguntado como é viver em Foz do Iguaçu. Para responder a essa indagação e sanar muitas de suas dúvidas, resolvi criar uma série (porém, curta) de posts pincelando os principais aspectos de vivência nesta cidade cosmopolita.

Digo "pincelando" porque numa cidade há muitos aspectos que são considerados e falar sobre cada um e com o máximo de propriedade, certamente isso não seria possível. Porém, pretendo, mediante tempo disponível, aprofundar a discussão de alguns tópicos em postagens específicas. Mas, por enquanto, vou tratar tudo no "bolo" mesmo!

De fato, o custo de vida iguaçuense é menor quando comparado a muitas cidades brasileiras, especialmente as capitais. Afinal, Foz do Iguaçu é uma cidade interiorana nos confins do Brasil! rsrss

Falar de valores de mercadorias alimentícias em época de crise é difícil porque tudo estará caro. Mas em tempos amenos, os gastos nos supermercados não são altos. Os hortifrútis são os mais baratos. Por exemplo, sem interferência da recessão econômica e de eventos climáticos, a cenoura, a beterraba e a cebola podem ser encontrados por menos de R$ 1,00 o kg,
e a alface por preços abaixo de R$ 0,60. Para as frutas, já comprei a R$ 0,37 o quilo da laranja, isso no início de 2014. A banana caturra (como é chamada por aqui) pode variar de R$ 0,80 a R$ 2,98 o quilo. Arroz e feijão também podem ser comprados por preços realmente em conta. Os preços para 5 kg de arroz variam de R$ 7,00 a R$ 50,00. O feijão oscila entre R$ 3,00 a R$ 6,00 o quilo. A carne pode variar de preços ao longo da semana, partindo de cerca de R$ 15,90 até R$ 25,90 o kg do coxão mole.

Quanto aos valores de imóveis, quer aluguel ou compra, variam bastante. Mesmo nos bairros mais tranquilos há grandes variações: encontra-se de R$ 500,00 a R$ 1.600,00 o valor do aluguel de uma casa ou apartamento. Valores altos não significa que o imóvel é uma mansão, as vezes é simplesmente uma casa de 2 ou 3 quartos com sala, cozinha, banheiro e garagem. Para a compra, se encontrar uma casa por 80 mil certamente será um imóvel bem simples. Os valores normalmente se situam entre 150 mil a 400 mil reais. Valores bem mais altos também são encontrados. As taxas de condomínio variam de R$ 120,00 a R$ 400,00. As taxas mais altas são em condomínios de padrão mais elevado.

Quanto à saúde, a partir do relato de pessoas, o serviço do SUS pode deixar a desejar. O atendimento é demorado e não há leitos para todos que necessitam, além de relatos de falta de materiais para o trabalho médico, até mesmo de papel sulfite para imprimir resultados de exame. Mas isso parece ser um problema nacional. Em relação aos planos de saúde privados, há pelo menos dois que vale a pena mencionar: Unimed, que é de âmbito regional e nacional, e Itamed, que opera regionalmente, mas disponibiliza atendimentos de urgência e emergência em algumas capitais brasileiras.

E a religião? Igrejas há muitas em Foz. Esta é uma cidade que respira religião. Logo que cheguei por aqui, pude observar com facilidade que há diversas igrejas católicas, incluindo aí os templos de católicos romanos e católicos ortodoxos. Há também uma mesquita e uma husseinya, que são respectivamente, o templo muçulmano sunita e xiita; bem como há um templo budista. Há ainda uma cognópolis, onde se desenvolve os trabalhos da conscienciologia. Quanto aos evangélicos, há templos da Congregação Cristã no Brasil, da Assembleia de Deus, da Batista, da Quadrangular e de outras menos conhecidas.

Quanto a trabalho, por muito anos os moradores de Foz do Iguaçu tiveram uma relação trabalhista estreita com Ciudad del Este, no Paraguai. A fiscalização e outras políticas como a de elevação do dólar, diminuição de cotas de compras têm mudado bastante essa perspectiva. Assim, por ser Foz uma cidade turística, o trabalho que se destaca são aqueles voltados para o turismo: guias, restaurantes, bares, comércio em geral. A indústria não é forte por aqui, então não emprega quantidade considerável. Para os trabalhadores autônomos, especialmente advogados, dentistas, médicos, enfermeiros, e também professores de idiomas, artes, como também do ensino regular, a perspectiva é igualmente boa. 

Agora, atente para um detalhe: as informações aqui contidas foram dispostas sem muito aprofundamento e pesquisas, vali-me de experiências pessoais e de relatos de pessoas e da mídia. Os valores informados podem variar sem aviso prévio.

Em outras postagens abarcarei demais aspectos de como é viver em Foz do Iguaçu. Acompanhe e compartilhe!


Leia mais:
Conheça a nossa lista de Supermercados em Foz do Iguaçu 
COMPARTILHE

Viver na Fronteira

Acompanhe o blog Viver em Foz do Iguaçu e obtenha informações de como é viver em Foz do Iguaçu e na Fronteira Brasil, Argentina e Paraguai.